quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Por melhorias na pavimentação

 
A presidente Dilma Roussef anunciou recentemente um pacotão de investimentos em infraestrutura. Mais de 40 bilhões de reais serão investidos em rodovias. Seria de comemorar se não ocorrer os típicos problemas brasileiros do setor: corrupção (sobrepreço de materiais na orçamentação), aditivos (por orçamentos mal feitos, na maioria das vezes), projeto mal elaborado e execução de péssima qualidade, com equipamentos defasados, operadores sem treinamento e engenheiros sem conhecimento técnico suficiente. Certamente se os problemas citados fossem eliminados (ou ao menos diminuídos), com esse mesmo montante investido poderia se executar mais obras e com qualidade superior.
Infelizmente, a pavimentação no Brasil é feita em toque de caixa e geralmente com interesses eleitoreiros. Não há estudo adequado do solo e do tráfego no local. É preciso projetar o tipo de pavimento adequado, preparar o solo e executar a pavimentação. Um dos erros mais comuns em pavimentação urbana é asfaltar sobre paralelepípedos (escreverei especialmente sobre este caso mais adiante). Já em construção de rodovias, muitas anomalias são oriundas de problemas nas camadas de base que refletem no pavimento acima, assim como também do mal uso das vibroacabadoras de asfalto e dos rolos compactadores. Em manutenção e reabilitação de rodovias é ainda pior, pois os famigerados tapa-buracos são executados de maneira precária e os remendos desnivelados se multiplicam, o que gera desconforto e falta de segurança ao usuário.
No blog vou compartilhar um pouco da minha experiência nestes anos como engenheiro de aplicação de equipamentos de pavimentação. Principalmente em relação a novas soluções e máquinas alemãs que introduzimos no Brasil e que estão sendo cada vez mais utilizadas em obras rodoviárias pelo país. Pretendo atualizar o Blog uma ou duas vezes por mês, dependendo da minha corrida agenda de viagens profissionais, trazendo informações e novidades sobre pavimentação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário